O que você procura?

Atualizações agilizam acesso ao aplicativo Meu RPPS

O Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Belém (IPMB) realiza atualizações constantes no aplicativo Meu RPPS utilizado para acesso aos serviços digitais disponíveis aos segurados previdenciários da capital paraense. Além de reforçar a segurança da ferramenta tecnológica, para proteger os dados cadastrais, a medida visa instalar novas rotinas de funcionamento do app, por conta da implantação de novos serviços on-line, como o Agendamento de Perícia Médica e a Aposentadoria Digital.

As atualizações são importantes também para agilizar o acesso ao aplicativo, em especial, para utilização da Prova de Vida Digital, serviço que possibilita aos aposentados e pensionistas municipais realizarem a prova de vida à distância, uma vez por ano, para comprovar que estão vivos e assim evitar o bloqueio do pagamento dos proventos previdenciários. Para tanto, explica Dhony Vale, diretor do Núcleo de Tecnologia da Informação do IPMB, o acesso ao aplicativo está atualmente vinculado ao e-mail cadastrado pelos segurados no Instituto.

“Assim, as bases de dados do Sisprev WEB – sistema informatizado de Gestão do Regime Próprio de Previdência Social – e do sistema do aplicativo passaram a se comunicar, de modo que, para atualizar a senha do Meu RPPS, é preciso que o segurado informe o mesmo e-mail que ele cadastrou no Instituto. Somente assim, o acesso e a atualização da nova senha serão liberados. Caso contrário, ocorrerá erro na autenticação e o bloqueio do aplicativo”, detalha Vale.

CADASTROS Dessa forma, o segurado deverá procurar o Instituto para que seja feita análise e liberação do acesso à ferramenta. Foi o caso da servidora municipal Keithe Oliveira que foi atendida no IPMB por não conseguir acessar o aplicativo. “Não havia e-mail cadastrado para liberar o cadastro e, por consequência, o acesso ao aplicativo estava bloqueado”, afirma Dhony Vale. Após verificar os dados cadastrais da servidora e realizar a atualização do e-mail no Sisprev-WEB, o acesso foi regularizado. “Foi bem rápido o atendimento e agora já posso utilizar o aplicativo normalmente”, festeja a servidora.

Compartilhe esta notícia:
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
Email
Notícias relacionadas:
Skip to content